MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Raquetada de Gentili na deputada Maria do Rosário


Parabéns Gentili! 
Avante contra entes comunistas canalhas! 
DANILO GENTILI X MARIA DO ROSÁRIO
Mais uma raquetada de Gentili na deputada.

Thomas Renatus Fendel 

O truque de Maria do Rosário foi bem básico e não difere daquilo que tem sido executado há tempos pela extrema-esquerda: usar a força do Judiciário e intimidar o inimigo. No caso de Maria do Rosário, ela usou seu cargo de deputada para tentar censurar o humorista por causa de uma piada. Conforme o TV Foco, agora Gentili pede para que a deputada totalitária seja investigada.

Ocorre que semanas atrás, Maria do Rosário mandou uma notificação ao humorista exigindo que ele apagasse publicações relacionadas a ela da Internet. Ele não acatou o pedido, e gravou um vídeo no qual picotava a notificação e a enfiava na cueca. Em seguida, mandou tudo de volta para a socialista, publicando o vídeo em suas redes sociais.

Agora, a defesa de Gentili requisitou que o MPF investigue a prática de improbidade administrativa de Maria do Rosário por ter usado a estrutura da Câmara para tentar censurá-lo.

“Nós entendemos que a deputada Maria do Rosário não deveria, de forma alguma, ter utilizado a estrutura da Câmara para notificar Danilo Gentili. Ela buscou, no nosso entendimento, censurar uma pessoa usando a máquina pública, algo absolutamente impensável”, afirmou o advogado de Gentili, Maurício Bunazar.

O pedido da defesa de Gentili já foi protocolado e está em trâmite no MPF. Foram anexadas cópias do tweets trocados entre ele e a deputada e da notificação da deputada (que ele rasgou).

“O que ensejou a notificação foram tweets que eles trocaram que nada tinham a ver com a posição parlamentar. Era uma posição da Maria do Rosário, não da deputada”, diz Bunazar, advogado de Gentili.

Em suma, isso é uma aula de cidadania. Se não reagimos a totalitários que usam seu poder para silenciar a divergência, eles avançam cada vez mais.

Pode parecer pouco, mas isso que Gentili fez é uma aula de cidadania. Ele merece todo apoio.