MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

sexta-feira, 17 de março de 2017

O candidato da ORCRIM


O candidato da ORCRIM

O Antagonista

Brasil 16.03.17 06:12
A candidatura de Lula reanimou a ORCRIM.
Porque esse é o melhor caminho para enterrar a Lava Jato.
Diz o Valor:
“Caciques pemedebistas, como o senador Renan Calheiros, fazem circular em Brasília pesquisas que mostram a popularidade de Lula em seus Estados. Deixam poucas dúvidas de que não hesitarão a pular de volta para seu barco se estiver em jogo a sobrevivência de seu grupo político”.

O velho pelego
Brasil 16.03.17 06:10
Lula atacou Michel Temer na avenida Paulista.
É sua estratégia para escapar da Lava Jato: obstruir a reforma previdenciária nos palanques enquanto negocia uma anistia nos gabinetes.
É o velho pelego de sempre.

Lula se vende
Brasil 16.03.17 06:03
No velório de sua mulher, Lula bajulou Michel Temer.
No palanque da avenida Paulista, ontem à noite, ele atacou:
"É preciso parar com essa bobagem de cortar. É preciso parar com essa bobagem de vender as nossas empresas estatais. Porque quem não sabe governar só sabe vender. O Temer devia ser presidente da associação comercial para vender o que é dele e não vender o patrimônio do povo brasileiro".
Para quem tinha uma conta corrente no departamento de propinas de uma empreiteira, o discurso pode parecer um tantinho arriscado.
Mas essa é a principal arma de Lula: ninguém tem medo dele. Em particular, o empresariado. Porque sabe que pode comprá-lo.

Fim do foro: 37 de 41
Brasil 15.03.17 21:37
Mais dois senadores assinaram nesta noite o requerimento para que Eunício Oliveira paute logo a discussão e a votação da PEC do fim do foro no plenário do Senado: José Medeiros e Cidinho Santos.
Faltam quatro assinaturas.
Eis a lista atualizada:
1. Álvaro Dias, do PV do Paraná
2. Randolfe Rodrigues, da Rede do Amapá
3. Ana Amélia, do PP do Rio Grande do Sul
4. Paulo Paim, do PT do Rio Grande do Sul
5. Ataídes Oliveira, do PSDB de Tocantis
6. Ricardo Ferraço, do PSDB do Espírito Santo
7. Otto Alencar, do PSD da Bahia
8. Ronaldo Caiado, do DEM de Goiás
9. Reguffe, do Distrito Federal (sem partido)
10. Cristovam Buarque, do PPS do Distrito Federal
11. Romário, do PSB do Rio de Janeiro
12. Waldemir Moka, do PMDB do Mato Grosso do Sul
13. Lasier Martins, do PSD do Rio Grande do Sul
14. João Capiberibe, do PSB do Amapá
15. Davi Alcolumbre, do DEM do Amapá
16. Pedro Chaves, do PSC do Matro Grosso do Sul
17. Ângela Portela, do PT de Roraima
18. Lídice da Mata, do PSB da Bahia
19. Flexa Ribeiro, do PSDB do Pará
20. Paulo Bauer, do PSDB de Santa Catarina
21. Armando Monteiro, do PTB de Pernambuco
22. Eduardo Amorim, do PSDB de Sergipe
23. Magno Malta, do PR do Espírito Santo
24. Marta Suplicy, do PMDB de São Paulo
25. Raimundo Lira, do PMDB da Paraíba
26. Simonte Tebet, do PMDB do Mato Grosso do Sul
27. Maria do Carmo Alves, do DEM de Sergipe
28. Regina Sousa, do PT do Piauí
29. Paulo Rocha, do PT do Pará
30. Vanessa Grazziotin, do PCdoB do Amazonas
31. Garibaldi Alves Filho, do PMDB do Rio Grande do Norte
32. Roberto Requião, do PMDB do Paraná
33. Thieres Pinto, do PTB de Roraima
34. Eduardo Lopes, do PRB do Rio de Janeiro
35. Acir Gurgacz, do PDT de Rondônia
36. José Medeiros, do PSD do Mato Groso
37. Cidinho Santos, do PR do Mato Grosso

AGU: INTENÇÃO DE LULA É INTIMIDAR E RETALIAR
Brasil 16.03.17 14:30
Na defesa de Deltan Dallagnol, os representantes da AGU afirmam que Lula, com a ação de danos morais, tenta "interferir nas decisões e medidas adotadas no âmbito da operação Lava Jato".
Isso fica claro no pedido de indenização exorbitante (R$ 1 milhão). O ex-presidente, segundo a AGU, tenta criar um "receio generalizado de que as ações legítimas estarão sujeitas a fortes reações".
"O verdadeiro fim é intimidar e retaliar, e não compensar o dano moral dito abalado."