MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Análise Macroeconômica dos governos FHC, Lula e Dilma



Análise Macroeconômica dos governos FHC, Lula e Dilma

Ricardo Bergamini

Memórias de cálculos


Indicadores utilizados no estudo

a) PIB de 2015 - R$ 5.904,3 bilhões. 

b) Com base no dólar médio de 2015 de R$ 3,3500 estamos estimando um PIB de US$ 1.762,5 bilhões para o ano corrente. 

c) Em 2015 o IGPM foi de 10,5443% e o IPCA de 10,6735%.

Análise da Política Fiscal da União – Fonte MF

Base: Ano de 2015

Base: R$ Bilhões
Tipo de Despesa
2002
% PIB
2010
% PIB
2015
% PIB
Despesas Correntes
339,1
22,78
901,4
23,20
1.518,4
25,72
Pessoal inclui (RPPS)
75,0
5,04
183,3
4,72
256,4
4,34
Juros e Encargos
55,3
3,71
122,4
3,15
208,4
3,53
Transferências para Estados e Municípios.
73,6
4,94
198,2
5,10
293,3
4,97
Benefícios Previdenciários (RGPS- INSS)
87,6
5,88
246,2
6,33
430,3
7,29
Outras Desp. Correntes
47,6
3,21
151,3
2,90
330,0
5,59
Despesas de Capital
100,0
6,71
230,2
5,92
291,7
4,94
Investimentos
10,1
0,68
53,3
1,37
37,6
0,64
Inversões Financeiras
20,9
1,40
36,4
0,94
72,1
1,22
Amortização de Dívida
69,0
4,63
140,5
3,61
182,0
3,08
Despesas Totais
439,1
29,49
1.131.6
29,12
1.810,1
30,66
Receitas Totais
436,3
29,30
980,7
25,24
1.634,6
27,68
Déficit Fiscal Nominal
(2,8)
(0,19)
(150,9)
(3,88)
(175,5)
(2,98)

Notas: 1) PIB 2002 – (R$ 1.488,8 bilhões); PIB 2010 – (R$ 3.885,8 bilhões); PIB 2015 – (R$ 5.904,3 bilhões).
2) Refinanciamento de Dívida, ou seja: não houve movimentação financeira, mas apenas contábil:
2002 – (R$ 235,8 bilhões); 2010 – (R$ 373,4 bilhões); 2015 – (R$ 571,9 bilhões).


Considerações:

Segundo o Banco Central do Brasil o déficit fiscal nominal de 2015 foi de R$ 613,0 bilhões (10,38% do PIB). Esse déficit retrata uma apuração contábil em regime de competência, ou seja: todos os compromissos do governo, mesmo os não vencidos, bem como os refinanciados estão apurados da forma (pro-rata/ano) dentro desse resultado.

Porém no quadro demonstrativo acima de autoria da STN estão retratados apenas os que provocaram movimentação financeira, denominado de regime de caixa, isso explica a diferença existente entre o déficit contábil de R$ 613,0 bilhões (10,43% do PIB) e o déficit financeiro de apenas R$ 175,5 bilhões (2,98% do PIB). Para os leigos no assunto ficaria a pergunta de como poderia ter ocorrido essa mágica do déficit ter caído de 10,43%do PIB para 2,98% do PIB. A explicação está no aumento da dívida do governo, tendo saído de 59,66% do PIB em 2014 para 68,70% do PIB em 2015. Aumento de 9,04% do PIB.

É inacreditável como pode no Brasil um governo causar um rombo dessa magnitude e não ser responsabilizado criminalmente. Dentro do ora colocado creio que o governo esteja muito feliz, e por que não até alimentando, para que 100% dos espaços da impressa e da internet continuem sendo utilizado apenas para a “operação lava-jato”, caso contrário poderia sobrar espaço para esse crime financeiro cometido pelo governo.

Rogo a Deus que algum grupo de poder tome conhecimento desse estudo, sem dúvida, muito mais grave financeiramente do que o provocado pela corrupção (em sentido figurado uma relação de bilhões com centavos). Porque não abrir outra frente de investigação para apurar essa aberração econômica?


Despesas de Custeio administrativo da União - Fonte MP – R$ Bilhões
Base: 2010/2015

2010
% PIB
2011
% PIB
2012
% PIB
2013
% PIB
2014
% PIB
2015*
% PIB
Prestação de Serviços
9,1
0,23
9,6
0,22
11,3
0,24
11,4
0,21
12,7
0,22
13,1
0,23
Serviço de Limpeza, água e esgoto,
1,3
0,03
1,6
0,04
2,9
0,04
2,2
0,04
2,3
0,04
2,5
0,04
Serviço de Energia Elétrica
1,1
0,03
1,2
0,03
1,3
0,03
1,2
0,02
1,3
0,03
1,7
0,03
Locação e manutenção de imóveis
2,0
0,05
2,4
0,05
2,6
0,05
2,7
0,05
2,8
0,04
2,8
0,05
Material de consumo
5,0
0,13
5,7
0,13
5,8
0,12
6,5
0,12
6,7
0,12
6,7
0,12
Diárias e passagens
2,0
0,05
1,3
0,03
1,6
0,03
1,8
0,04
2,0
0,03
1,5
0,03
Serviço de Comunicação
4,2
0,11
3,9
0,09
3,6
0,07
3,6
0,07
3,8
0,07
3,8
0,07
Total