MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

terça-feira, 12 de abril de 2016

Água potável subterrânea na Amazônia Brasileira

Água potável subterrânea na Amazônia Brasileira

Caros amigos e amigas patriotas
Sou apenas um ex-piloto de selva, tendo voado na grande Amazônia, durante 40 anos, o que me permite dizer, que a conheço muito bem.
Portanto, conhecendo-a "in-loco", principalmente todo nosso gigantesco Rio Amazonas, sua não menos imensa bacia hidrográfica, passei a estudar com profundidade a grandeza de nosso potencial hídrico, que sem a menor dúvida é de longe, a maior, a mais pura reserva natural de água potável do planeta.
Além dos milhares de igarapés grandes e pequenos, todos tributários da bacia do Rio Amazonas, existem as águas subterrâneas como o Aquífero Alter do Chão, recém descoberto, por geólogos da UFPA – Universidade Federal do Pará, com capacidade estimada de 86.000 km³ de água potável de primeira qualidade.
Transcrevo aqui, parcialmente, as páginas 125/126 de meu último livro – Invasão Silenciosa da Amazônia – Aquífero Alter do Chão, ou Rio Hamza.
É um maravilhoso presente de Deus e da natureza, para a Amazônia e para o Brasil.
Representa um volume de água potável, de primeira qualidade, de 86 mil quilômetros cúbicos.
Este gigantesco aquífero abrange os Estados do Amazonas, do Pará e do Amapá. Portanto, é 100% brasileiro.
Também há indícios de que seja um rio subterrâneo – (Rio Hamza).
Não existe outro lugar no planeta Terra, onde o manancial de águas subterrâneas seja tão abundante como no de Alter do Chão.
Portanto, transcrevo mais uma maravilhosa notícia.
Temos água potável, segundo estudiosos da UFPA, para suprir a humanidade por mais de 500 anos. Basta saber que o Rio Amazonas com as águas subterrâneas do Aquífero Alter do Chão, avança por 250 quilômetros oceano adentro, sem que se encontre uma única gota de água salgada do mar. Também a fauna marinha, principalmente os peixes, são 100% oriundos de água doce, pois não sobreviveriam aos efeitos da água salgada.
Agora imaginem toda essa dádiva de Deus e da natureza ser arrancada de nossas mãos por não sermos uma nação armada com poder de dissuasão, graças às atitudes traiçoeiras dos governos civis, a partir dos presidentes Color, FHC, Lula da Silva e Dilma Roussef.
Há alguns anos, os americanos estão levando água de nosso aquífero, na foz do Rio Amazonas, colhida e embarcada em navios petroleiros para produzir água mineral nos Estados Unidos.
A purificação para produzir água mineral, tem um custo muito inferior que o da dessalinização.
Apenas no ano passado 2015, o faturamento de água mineral naquele país, foi de 60 bilhões de dólares. Os americanos estão construindo uma enorme fábrica no entorno de Manaus, onde o aquífero aflora em apenas 200 metros, com água puríssima.
Quanto ao governo do Brasil, nem sequer tomou conhecimento de tal riqueza.
Se for verdade que a maluca da Dilma acertou com a Rússia para que construam uma poderosa Base Militar, quase na foz do Rio Amazonas, o Presidente Putin (que não dorme de toca) ficará o dono de toda água potável do mundo por todas as gerações vindouras, a menos, que aconteça a terceira guerra mundial “nuclear”, por causa da nossa água potável.
Grande abraço,
Luiz José Mendonça