MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

terça-feira, 12 de abril de 2016

Aedes Aegypti e o Zika Virus são os vilões da Microcefalia?


Aedes Aegypti e o Zika Virus sao os viloes da Microcefalia?

São Paulo, 04 de abril de 2016
Prezado (a)
O pernilongo Aedes Aegypti e o Zika Virus são os vilões da Microcefalia.
Uma coisa curiosa é que os Estados Unidos foram, há alguns anos, o País com o maior índice de microcefalia e, no entanto, não havia surto de Aedes Aegypti, nem tampouco de Zika Virus.
Mais recentemente uma equipe internacional foi fazer um estudo do Zika Virus no Suriname. No entanto, constatou-se que naquele país, apesar da zika vírus ter tomado uma proporção endêmica, não houve a incidência de Microcefalia.
Entretanto, a mídia internacional insiste em relacionar o Aedes Aegypti com o Zika Virus e a Microcefalia. Aí surge a pergunta que teima em não se calar:
- a quem aproveita o delito?

Aparece a tropa de choque dos cientistas que começam a defender o aborto dos bebês com microcefalia. E dão como certo de que a causa é o zika vírus e o pernilongo aedes aegypti.
Daí a busca desenfreada de um caso, pelo menos, que prove que a mãe contraiu o zika Virus e o bebê nascituro está com microcefalia. Se encontrarem esse caso, terão a prova de que a causa da microcefalia foi o zika vírus e que, portanto, é necessário abortar todas as crianças em fase de gestação em que a mãe esteja com o zika vírus.
V. me dirá que esta argumentação toda é muito rocambolesca e que não se a pode levar a sério.

Mas os fatos estão aí para provar que é a justificativa dos abortistas para legitimar o aborto de microcéfalos – assim como foi feito com os bebês portadores de anencefalia.
É isto exatamente que será cientificamente provado pela Dra. Elizabeth Kipmann, ginecologista e obstetra e Dr. Paulo Leão irá mostrar como há uma corrente forte de juristas que defendem a descriminalização do aborto de bebês em fase de gestação, portadoras de microcefalia.

V. não pode ficar indiferente a essa nova investida dos abortistas contra a vida. Esses bebês, portadores de microcefalia, têm que ser defendidos. E todos nós devemos praticar a legítima defesa desses bebês no ventre materno.
Não perca, no dia 28 de abril, no Club Homs, em São Paulo, às 19 horas, essa imperdível conferência. Muitas vezes, a ocasião passa e pode não voltar.
CLIQUE AQUI, ou copie e cole no browser do seu navegador o link
http://zika.guerra.ipco.org.
br/febre-zika-farsa
e faça sua inscrição. A participação é GRATUITA, mas a inscrição é OBRIGATÓRIA.


Contando com sua inestimável e insubstituível participação, despeço-me
Atenciosamente


Diogo Waki
Diretor de Relações Institucionais
Instituto Plinio Corrêa de Oliveira