MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

quarta-feira, 2 de março de 2016

Muçulmana saudita pergunta: O que aconteceria se os cristãos cometessem atos terroristas contra os muçulmanos?

Muçulmana saudita pergunta: O que aconteceria se os cristãos cometessem atos terroristas contra os muçulmanos?


Bob Unruh
Uma muçulmana saudita escreveu um artigo pedindo que os adeptos do islamismo rejeitem a violência que vem sendo executada no nome do islamismo.


“Imagine um rapaz ocidental chegando aqui e executando uma missão suicida numa de nossas praças públicas no nome da Cruz,” escreveu Nadine Al-Budair, uma jornalista saudita que vivem no Qatar.
“Imagine que dois edifícios arranha-céus tivessem caído em alguma capital árabe, e que um grupo cristão extremista, usando roupas antigas de um milênio atrás, tivesse aparecido para assumir responsabilidade pelo ocorrido, enquanto ao mesmo tempo frisasse sua determinação de reviver ensinos cristãos ou algumas normas cristãs, de acordo com sua compreensão, de viver como na época [de Jesus] e seus discípulos, e implementar certos decretos de acadêmicos cristãos.”

Ela escreveu o artigo para o jornal do Kuwait Al-Rai, de acordo com o Instituto de Pesquisa de Mídia do Oriente Médio, que monitora os meios de comunicação do Oriente Médio.
“Imagine ouvir as vozes de monges e padres de igrejas e casas de oração no mundo árabe, gritando em alto-falantes e jogando acusações contra os muçulmanos, chamando-os de infiéis e cantando: ‘Deus, elimine os muçulmanos e derrote-os todos,’” ela escreveu. “Imagine que tivéssemos fornecido para um número infinito de grupos estrangeiros vistos, identidades, cidadanias, empregos bons, educação grátis, assistência médica moderna grátis, seguridade social, etc, e mais tarde um membro desses grupos aparecesse, cheio de ódio e sede de sangue, e matasse nossos filhos em nossas ruas, em nossos prédios, em nossos escritórios jornalísticos, em nossas mesquitas e em nossas escolas.”

Traduzido por Julio Severo do original em inglês do WND (WorldNetDaily): Saudi Muslim: Imagine Christians shooting at us


Leitura recomendada: