MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Corrupção: Similaridades entre Angola e o Brasil

Similaridades entre Angola e o Brasil
 
Prezadas & Prezados;

Antes que se abra o arquivo abaixo, é necessário esclarecer:

1. Embora identifiquem-se similaridades marcantes, este vídeo não é sobre o Brasil. É sobre Angola. Angola é um pais onde se fala português, riquíssimo em petróleo, diamantes, tem o solo mais fértil do mundo e, talvez por conta de tanta riqueza, tem sido vítima de corruptos nacionais e estrangeiros, que o mantém na mais desumana das misérias. Seu ditador-presidente atual é corrupto José dos Santos, há 36 anos no poder. José dos Santos é grande amigo e parceiro de Lula - um dos corruptos estrangeiros de que se fala acima – e do empreiteiro Marcelo Odebrecht, presidente da empresa de mesmo nome, hoje residente no hotel da PF em Curitiba.

Santos e Lula são tão amigos que, segundo Nestor Cerveró, ex-diretor da Área Internacional da Petrobras, acampanha de Lula à reeleição de 2006 teria contado com até R$ 50 milhões de propina proveniente da compra de US$ 300 milhões de blocos (secos) de exploração de petróleo em Angola. As informações de Cerveró foram prestadas a investigadores da Operação Lava Jato durante negociações para fechar seu acordo de delação premiada, segundo revelou o jornal "Valor Econômico".

2. A farra carnavalesca que se vê no vídeo, ocorre em Angola e não no Brasil, embora ambos os países não tenham razão alguma para alegrias e folias. Mas lá, como aqui, a velha política do ‘Pão e Circo’ entorpece a consciência política do povo e, assim oferece um biombo para os governantes: em Angola a folia faz esquecer que as desgraças vêm de uma ditadura monstruosa e, no Brasil, torna Dilma mais longe do impeachment. Mutatis mutandis, é a mesma natureza das coisas.

3. O país em tela (Angola) dispõe de 42 linhas de crédito do BNDES para obras que, desde 2007, são executadas pela Odebrecht do já citado amigo de Lula, Marcelo Odebrecht. Marcelo Odebrecht é aquele empresário amigo da cultura, que pagou R$ 8 milhões a Lula por palestras que ninguém viu ou ouviu. Oito milhões, diga-se, parte do total de R$ 27 milhões já pagos por palestras de Lula por vários empresários, muitos deles também hoje residentes em Curitiba, no hotel da PF.

Os juros dos empréstimos a José dos Santos são fixos de 5%, por dez anos, enquanto a taxa SELIC nossa é de exasperantes 14,7%. Um presente de pai para filho, sem dúvidas. Ou de amigo para amigo, já que José dos Santos, ditador de Angola há 36 anos, é mesmo um grande amigo de Lula e da Odebrecht.

4. Os principais apoios do BNDES às obras em Angola foram:
·        Construção de uma hidrelétrica em Cambambe: US$ 464 milhões (em 3 linhas de crédito diferentes)
·        Construção de 3 mil unidades habitacionais: US$ 281 milhões
·        Construção de usina hidrelétrica em Laúca: US$ 146 milhões
·        6ª fase do programa de Saneamento Básico de Luanda: US$ 145 milhões

5. Agora apreciem o vídeo abaixo e vejam bem como o dinheiro dos contribuintes brasileiros ajuda o amigo de Lula, ditador José do Santos, a manter-se à frente do governo de Angola.

José J. de Espíndola.