MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Os fios de Icaro, Romance de Evaldo Balbino, 3º lugar no Premio Saraiva de Literatura 2014

Os fios de Icaro, Romance de Evaldo Balbino, 3º lugar no Premio Saraiva de Literatura 2014

Digestivo Cultural






Prezados, convido a todos para o lançamento do meu quinto livro - o romance "Os fios de Ícaro", um dos vencedores do Prêmio Saraiva de Literatura e Música em 2014.
Será no dia 18 de novembro próximo, em Belo Horizonte, na Livraria Saraiva do Shopping Diamond Mall. Serão todos bem-vindos.

Abraços amigos.





Os fios de Ícaro

Romance de Evaldo Balbino
3º lugar no Prêmio Saraiva de Literatura 2014


"Meu pensamento é um labirinto. Caminhos se encontram e se desencontram. E vou tecendo este dédalo - não porque quero, mas por ser impossível proceder de outro modo. Não sei para onde vou nestes meus quase sessenta e quatro anos. Tanta vida já passada, e ainda me pergunto sempre sobre tudo, sobre todos e sobre mim. E cada pergunta traz con sigo outras tantas para me confundir, para me deixar tonto, perdido num emaranhado. Viver é perder-se em corredores sem fim. "

Um veterano jornalista, que viveu grande parte da vida adulta envolto na atmosfera ditatorial brasileira, constrói suas memórias utilizando-se de cartas e notas tomadas em 1978 à mesa do bar Boêmios, em uma cidade brasileira. Tanto antes quanto agora, vivendo na Espanha, sua mente fica entregue a devaneios despertos por luzes, cores e acontecimentos ao seu redor. A vida passa por sua mente, como o desfile de uma fantasia que nasceu na infância e ganhou contornos no mundo das paixões, da homoafetividade, da loucura, dos adultérios e dos amores desencontrados. Um envolvente e prazeroso romance que expõe a memória de uma geração.

Evaldo Balbino ( 1976) é poeta e escritor mineiro. Nasceu em Resende Costa - MG e vivedesde 1995 em Belo Horizonte. É licenciado em Letras, mestre em Literatura Brasileira e doutor em Literatura Comparada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde é pesquisador de literatura, professor efetivo de Língua Portuguesa e professor permanente do Mestrado Profissional em Letras da Faculdade de Letras. Realizou parte do seu doutorado na Universidad Complutense de Madrid, nos anos de 2003 e 2004. Suas pesquisas apresentam especial interesse pela poesia mística e pelas obras de Adélia Prado e de Santa Teresa d'Ávila. Tem artigos acadêmicos de crítica literária publicados em revistas especializadas. 

O autor já recebeu 20 distinções literárias e é autor dos seguintes livros:
1. Moinho (poesias - 2006 - 3º lugar no Prêmio Estímulo às Artes da Fundação Clóvis Salgado e do Suplemento Literário de Mi nas Gerais);
2. Móbiles de areia (crônicas - 2012);
3. Filhos da pedra (poesias - 2012 - Menção Honrosa no Prêmio Literário Cidade do Recife);
4. Amores oblíquos (contos - 2013 - Prêmio Braskem Academia de Letras da Bahia em 2013 e Prêmio Humberto de Campos da União Brasileira de Escritores - UBE - do Rio de Janeiro em 2014);
5. Os fios de Ícaro (romance - Um dos três vencedores do Prêmio Saraiva de Literatura em 2014).



Evaldo Balbino

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Site: http://www.evaldobalbino.com.br
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4498200084762279
Facebook: http://www.facebook.com/evaldobalbino
Twitter: https://twitter.com/#!/EvaldoBalbinoS