MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Historiador documenta 300 anos de Inquisição e perseguição aos judeus em São Paulo

Historiador documenta 300 anos de Inquisição e perseguição aos judeus em São Paulo

O período da Inquisição em Portugal (1536-1821) deixou marcas e vítimas também no Brasil e, principalmente, em São Paulo onde, ao contrário do que se pensa, aquele tribunal atuou, incluindo aliás visitações do Santo Ofício.
Fizeram-se "fintas" (cobrança de impostos) exclusivas para cristãos-novos e registraram-se ondas de denúncia e caça aos judaizantes. Paulistas e seus parentes, tanto em São Paulo como em outras partes do Brasil e até de Portugal, foram presos pela Inquisição. Alguns acabaram executados ou levados à loucura por não compreenderem o "crime" que tinham praticado, outros morreram por tortura ou por doenças adquiridas pelas condições insalubres dos cárceres.
Tendo por fonte principal os registos e processos do Tribunal do Santo Ofício da Inquisição, longamente pesquisados em Portugal e no Brasil até ao início do séc. XIX, Marcelo Meira Amaral Bogaciovas apresenta agora “Cristãos-novos em São Paulo (séculos XVI-XIX) assimilação e nobilitação” onde revela personagens que, no Brasil, sofreram perseguições devido à sua origem de família.
Esta obra aborda, sob uma perspectiva científica, uma realidade datada e muito concreta que fornece dados importantes para a genealogia lusófona. Ao estudo da integração deste grupo social na sociedade paulista e a nobilitação das famílias mais diferenciadas acresce o interesse que o tema só por si suscita.
Graduado e mestre em História Social pela Universidade de São Paulo, Marcelo Meira Amaral Bogaciovas, pesquisador e paleógrafo com vasta obra publicada que há vários anos acompanhamos, é também fundador e diretor da Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia (ASBRAP) e um assíduo frequentador dos arquivos portugueses.
Com prefácio de Mary Del Priore, “Cristãos-novos em São Paulo (séculos XVI-XIX) assimilação e nobilitação” foi lançado em 7 de novembro de 2015, durante o "Simpósio sobre a documentação do Tribunal do Santo Ofício: Suporte para a pesquisa genealógica e atribuição de cidadania portuguesa aos descendentes de cristãos-novos".
No Brasil, o livro pode ser adquirido através do e-mail: contato@asbrap.org.br

CRISTÃOS-NOVOS EM SÃO PAULO
AUTOR Marcelo Meira Amaral Bogaciovas
EDITORA Asbrap
QUANTO R$ 50 (480 págs.)
Fonte: Guarda-Mor
Divulgação: www.juliosevero.com