MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Beber um pouquinho pode prevenir Alzheimer e outras doenças da mente

Beber um pouquinho pode prevenir Alzheimer e outras doenças da mente




'Bora tomar uma, vó? 'Bora?
(Foto: Thinkstock)
Esta é para finalizar a semana de boas notícias para nós, bebedores de cerveja!
O Daily Mail divulgou uma matéria contando que o álcool, se ingerido moderadamente, pode prevenir (ou atrasar) a chegada do Alzheimer e de outras doenças da mente típicas da idade avançada.
A informação é resultado de um estudo feito pela National Institute for Health and Care Excellence, do Reino Unido.
Durante a pesquisa, cientistas acompanharam seis mil idosas com mais de 65 anos e que estão vivendo em casas de repouso. Algumas delas foram durante toda a vida (ou ainda são) bebedoras regulares moderadas.
Essas velhinhas, que curtiam seus #bonsdrinks, demoraram mais do que as abstêmias para apresentarem qualquer sintoma relacionado à problemas na mente – como perda de memória, raciocínio lento e até mesmo o Alzheimer.
A pesquisa foi ao encontro de outros estudos realizados no Reino Unido, o que validou ainda mais seu resultado.
Importante: a medida ideal de álcool diária seria equivalente a, no máximo, uma taça grande de vinho. As idosas que bebiam mais do que isso diariamente mostravam propensão à “demência” similar a das não-bebedoras.
Uma taça de 300ml de vinho tinto comum tem algo em torno de 28g de álcool. Trazendo para o nosso mundo, seria — mais ou menos — o mesmo que duas latinhas de 350 ml de cerveja pilsen (medida que em muitas matérias, de fato, já vimos ser o limite máximo interessante para o consumo diário).
Qual cervejinha vai acompanhar o seu jantar?