MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Cartas hoje no Estadão - Fórum dos leitores

Fórum dos leitores

O Estado de S. Paulo
04 Outubro 2015 | 05h 00

LULOPEEMEDEBISMO
'NOVO' GOVERNO
Alguém sabe por que a Dilma não abdica? PMDB na Presidência é o que falta na História do Brasil na era do Real.
HARALD HELLMUTH
hhellmuth@uol.com.br
São Paulo
*
PIXULECO NA REFORMA
Em sua reforma, faltou a presidente Dilma decretar um profundo corte no pixuleco em todas as transações de seu governo. Além disso, alguém precisa explicar ao novo ministro da Saúde que se a CPMF vai trazer muito dinheiro para ele é porque vai tirar muito dinheiro de todo os brasileiros. A patética reforma que a presidente Dilma fez deverá render apenas algumas semanas a mais antes do inevitável impeachment.
MÁRIO BARILÁ FILHO
mariobarilafilho@me.com
São Paulo
*
O BRASIL ESTÁ PERDIDO
Agora que contrataram o Lula como inventariante de massa falida, o político desastrado que levou o País a esta situação falimentar, o Brasil está perdido. A disputa pela migalha que restou vai ser briga de foice no escuro.
TOSHIO ICIZUCA
toshioicizuca@terra.com.br
Piracicaba
*
O POSTE APAGOU
Tristemente, assistimos a mais um poste da coleção do guru de Garanhuns sucumbir, literalmente. No caso, a presidenta, pois há outros - Fernando Haddad, Alexandre Padilha, Renato Duque, Guido Mantega, etc. - que também jamais tiveram luz própria e ajudaram a desorientar o País neste apagão sem fim. Dilma Rousseff primeiro entregou a alma ao capeta para se reeleger, agora entregou o governo e seus ministérios ao “inocente e patriótico” PMDB. Ali, ilustres figuras como Eduardo Cunha, Renan Calheiros, Romero Jucá, Jader Barbalho e José Sarney, entre outros, vão tentar fazer o rescaldo de uma nação desmoralizada, além de arruinada economicamente. Jamais se viu o País entregue em mãos tão suspeitas, sem contar as sucessivas decisões polêmicas do Judiciário. O maior perigo do momento é tentarem apagar o único farol de proa, Sergio Moro. Rezemos.
JOÃO BATISTA PAZINATO NETO
pazinato51@hotmail.com
Barueri
*
PAÍS DO SUPOSTAMENTE
Supostamente nossa presidente foi eleita democraticamente, afinal, temos urna supostamente inviolável. Supostamente ela é a chefe do Executivo, mas é supostamente dirigida pelo Lula; supostamente, porém, quem manda no País é o PMDB, que supostamente só resolveu apoiá-la depois de receber de presente sete ministérios. Ainda temos os deputados e senadores que são da oposição - supostamente, é claro. Eu pergunto a todo cidadão honesto: supostamente devemos mesmo acreditar nessa gente, que supostamente pensa em se eleger novamente?
WILSON MATIOTTA
loluvies@gmail.com
São Paulo
*
PARLAMENTARISMO
Embora por negociatas escusas e vias tortuosas, a proposta do senador José Serra (PSDB-SP) de parlamentarismo acaba de ser concretizada. Resta agora saber se a eminência parda que retomou o poder federal entregou o cargo de primeiro-ministro ao sr. Jaques Wagner, pessoa de sua confiança, ou se fica para elle mesmo. A rainha reina, mas não governa.
SERGIO DE SOUZA
selfasouza@gmail.com
Santo André
*
CAVALO DE TROIA
Que Dilma não governa já sabemos. Mas Lula querer determinar o novo Ministério não seria só para mostrar força, mas, sim, a formação de um aparato de escudos de confiança para que não o chamem a depor. Muitos mitos totalitários já se passaram: Stalin, Hitler, Mussolini, Fulgêncio, Chávez, Vargas, etc. E agora vem um caudilho Macunaíma que enterrou o Brasil dizer que eliminou a pobreza, quando, na verdade, só vemos desemprego, inflação, carestia, fuga de capitais, corrupção, fome, desvios... Não é isso que queremos! Queremos, sim, é que ele seja investigado, para que o coronelismo se erradique, e não volte mais a mentir para se perpetuar no poder.
NELSON SCATENA
nelson.scatena@hotmail.com
São José dos Campos
*
PREOCUPANTE
Pelo visto, Lulla já se adonou do poder. Dilma jogou a toalha e, finalmente, engoliu o orgulho e reconheceu sua incompetência. Enfim, passou a vara para quem não governa de direito, mas sempre, insidiosamente, tem procurado governar de fato. A vaidade agora é retornar à repetição da “matriz econômica” que resultou na crise atual. Por que o ex-presidente não se coloca na sua verdadeira posição? Será que nunca entrará na cabeça dele que o seu tempo passou? O que pretende ele numa situação-limite em que um simples gesto nebulosamente interpretado pode agravar ainda mais o impasse em que o País se encontra? Alguém precisa dizer a esse homem que ele está na corda bamba e não tem essa moral toda para se intrometer em assuntos que não lhe dizem respeito. Sua biografia está comprometida com investigações a respeito de um obscuro esquema de lobby para favorecer a indústria automobilística, além de faltar-lhe argumento convincente para explicar sua fortuna e a de seus filhos. Até porque quem enriquece na política tem sempre um dedo acusador apontado para a sua cara. Saia de cena, Lulla. “Ninguém costura um remendo de pano novo numa roupa velha, porque esse pedaço rompe a roupa e o rasgão fica maior” (Mat., 9:16).
MARIA DA GLORIA DE ROSA
mg-de-rosa@hotmail.com
Agudos
*
FAZ SENTIDO
Essa denúncia sobre a compra da medida provisória (MP) das montadoras explica muita coisa. Além de jogar luz sobre as razões de ainda não termos uma montadora nacional, insinua algo mais grave: o fato de uma medida posterior, a MP 627, cinco anos depois, ter prorrogado o benefício ao Grupo CAOA, isentando-o em cerca de R$ 1 bilhão por ano. A MP 627, que trouxe de contrabando essa prorrogação, chamou a atenção, bem como o fato de a presidente Dilma ter tido um encontro uma semana antes da sanção com o presidente do Grupo CAOA, em evento do qual participaram. O resto fica para sua imaginação.
EDUARDO MELLO
eduphone1@gmail.com
São Paulo
*
BOTANDO FALAÇÃO
Lula depondo na Lava Jato? A Polícia Federal vai ter de pagar, no mínimo, R$ 300 mil. É quanto ele cobra por palestra!
FRANCISCO JOSÉ SIDOTI
fransidoti@gmail.com
São Paulo
*
GOVERNO SOB INTERVENÇÃO
Dilma Rousseff anunciou, na sexta-feira, o corte (ou fusão de pastas) de 8 ministérios. Isso diminuirá as despesas do governo? Duvido. O ex-presidente Lula, com a reforma ministerial, acaba de vez de assumir o comando governamental - a meu ver, teme ser pego em alguma armadilha ou falcatrua.  Resta saber se terá explicação a suspeita de que a Medida Provisória (MP) 471, assinada por Lula com aval de Dilma, então ministra da Casa Civil, e que na época prorrogou incentivos fiscais às montadoras de veículos, foi comprada por meio de lobby que, comprovadamente, favoreceu um filho do ex-presidente. Uma jogada de compadrio. Enquanto isso, Dilma edita normas para evitar novas pedaladas fiscais e, sutilmente, pedir ao Tribunal de Contas da União (TCU) que aprove suas contas de 2014. Conseguirá?
Julio Jose de Melo
julinho1952@hotmail.com
Sete Lagoas (MG)
*
DE VOLTA ÀS PÁGINAS POLICIAIS
Erenice Guerra e Gilberto Carvalho voltam às páginas policiais dos jornais no mais novo escândalo das montadoras que pagaram propina para receber isenções fiscais. Claro que Lula e Dilma também estão na história. Na visão do estadista Luiz Inácio Lula da Silva, governar é sinônimo de extorquir. Afinal, se o governo concede um benefício para as montadoras saírem da crise, nada mais justo que esse governo leve um "pixuleco" por fora. A gestão do ex-presidente Lula e de seu poste serão eternamente lembradas como a pior administração pública da história da humanidade - nunca antes se roubou tanto, nunca antes uma única pessoa devastou tanto um país, em tempos de paz, quanto Lula devastou o Brasil.
Mário Barilá Filho
mariobarila@yahoo.com.br 
São Paulo
*
QUEM É LULA

A Medida Provisória de n.º 471, que teve como objeto a prorrogação de incentivos, no governo Lula, para a indústria automotiva, existiu em decorrência de propinas de altos valores a lobistas das empresas, atuantes junto da Casa Civil do governo. É claro que Lula vai dizer que nada sabia sobre a temática e que, certamente, tudo foi feito dentro da maior ética possível. Resulta do apurado pelo "Estadão", como sempre oportuno, que o Ministério Público poderá atuar com inquérito sobre os fatos, cujos resultados poderão dar surgimento a uma denúncia em que figure, como réu, o ex-presidente, por ação ou omissão. Está mais que na hora de mostrar quem é o cidadão que se intitula honesto e pai dos pobres.
José C. de Carvalho Carneiro
carneirojc@ig.com.br 
Rio Claro
*
DEVE SER LOTERIA
Consultoria é o melhor ramo de atividade no Brasil, para "altas rendas". Foi assim com José Dirceu, que se tornou milhardário, e com o sr. Lula da Silva desde 2004 até hoje, também. Agora ocorre com outro fenômeno, filho de Lula da Silva, Luís Cláudio Lula da Silva, por intermédio da empresa LFT Marketing Esportivo, que recebeu quase R$ 3 milhões de uma consultoria lobista de montadora de automóveis. Eu dou assessoria e consultoria há mais de 50 anos em minha área, na qual me especializei, em cursos superiores, e não acerto uma dessas. Deve ser loteria!