MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Medina: ”Quem xingar Dilma e Lula será expulso do Rock In Rio!”

Medina: ”Quem xingar Dilma e Lula será expulso do Rock In Rio!”
Rio de Janeiro
    O empresário Roberto Medina, criador e idealizador do Rock in Rio, após receber informações, pelas redes sociais, de que público jovem, indignado com o Governo, puxará palavras de ordem contra Dilma e Lula, tal como tem ocorrido em locais de grande aglomeração, declarou em coletiva para a imprensa:
   “Esta edição do Rock in Rio é comemorativa dos 30 anos do Festival. Uma festa de alegria, paz e confraternização. Isso ,aqui, não é Barretos, com aquela cambada de caipiras sem educação e toscos, onde xingaram Lula e Dilma. Não admitirei descomposturas ou atos raivosos contra a Presidenta ou o ex-presidente Lula no meu festival. O Rock in Rio é transmitido para vários continentes e tem imensa repercussão internacional. Em razão disso, para evitar que os jovens venham a passar uma imagem ruim do Brasil, xingando-os, já avisei aos meus 408 seguranças para expulsarem quem cometer esse absurdo!”
       Nossa repórter interrompeu-o e perguntou–lhe:

“Sr. Roberto Medina, o senhor, próprio, corroborou com manifestações políticas de músicos e do público na primeira edição em 1985! Logo após a Redemocratização do Brasil. Vemos a grande maioria dos  jovens, hoje, observando  essa própria Democracia conquistada se ruir em corrupção, desmandos, desastres econômicos, roubalheira para perpetuação no poder e em benefício próprio,  tirania socialista, como eles, os jovens, propagam, insistentemente, nas redes sociais, denunciando o caos em que o Brasil se encontra. Sendo o Rock in Rio um local que agrega, justamente, jovens,e , estes, a voz de indignação do país, não seria legítimo deixá-los manifestarem-se? Rock não é isso? Juventude não é isso? Indignação? Transgressão?”
Medina , irritado e insatisfeito com as perguntas, encerrou a entrevista com a declaração:
“Não me interessa. Não quero que o local-sede do primeiro evento, justamente o Rio, seja palco de uma polêmica mundial. Ofender ou xingar a Presidente ou ao conhecidíssimo Lula acarretaria uma polêmica em todos os jornais do mundo! O que me provocará óbvio prejuízo nas edições do festival nos outros países! Essa é a  Cidade do Rock e eu sou o prefeito da porra dessa cidade. Quem manda, aqui, sou eu!”

OS
CAIPIRAS DE BARRETOS SÃO PATRIOTAS,​​
O ANÃO-DE-JARDIM
É
ARROGANTE E INTERE$$EIRO
VIVA O FESTIVAL DE BARRETOS!!!

Obs.: Texto de autoria desconhecida, recebido de amigo internauta (F. Maier).