MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Leia os dados a seguir e entenda porque estamos em colapso energético


Leia os dados a seguir e entenda porque estamos em colapso energético

RELAÇÃO DAS MAIORES HIDRELÉTRICAS EM FUNCIONAMENTO NO BRASIL, QUE ESTÃO PRODUZINDO MAIS DE 1000 MW
ORDEM
HIDRELÉTRICA
POTÊNCIA (MW)
CONSTRUÇÃO / CONCLUSÃO
1
Itaipu
14.000
Década de 80
2
Tucuruí
8.370
Década de 80
3
Ilha Solteira
3.444
Década de 70
4
Xingó
3.162
Iniciada em 1982 e concluída em 1994
5
Paulo Afonso IV
2.462
Concluída em 1979
6
Itumbiara
2.082
Concluída em 1981
7
São Simão
1.710
Concluída em 1978
8
Foz da Areia
1.676
Concluída em 1979
9
Jupiá
1.551
Concluída em 1974
10
Itaparica
1.500
Início da obra 1979; entrou em operação em 1988
11
Itá
1.450
Início da obra em 1996 e término em 2000
12
Marimbondo
1.440
Construída de 1971 a 1977
13
Porto Primavera
1.430
Construída de 1980 a 1988
14
Salto Santiago
1.420
Entrou em operação em 1980
15
Água Vermelha
1.392
Entrou em operação em 1979
16
Segredo
1.260
Construída de 1987 e 1991
17
Salto Caxias
1.240
Construída de 1995 a 1999
18
Furnas
1.216
Inaugurada em 1963
19
Emborcação
1.192
Entrou em operação em 1986
20
Machadinho
1.140
Construída de 1997 a 2002
21
Salto Osório
1.078
Entrou em operação em 1975
22
Luiz Carlos Barreto
1.050
Entrou em operação em 1969
23
Sobradinho
1.050
Construída de 1973 a 1979

Observe que, das 23 maiores hidrelétricas em operação no país, 20 foram obras dos governos militares. Itaipu é a 2ª maior usina do mundo e Tucuruí a 5ª. 

Não há sequer UMA OBRA de grande porte no setor de energia, iniciada e terminada nos 13 anos do governo PTista. O melhor que conseguem fazer é ressuscitar as termoelétricas, verdadeiros dragões para o meio ambiente e um veneno para a economia.

O que tem por aí são “puxadinhos” e obras intermináveis, superfaturadas, saqueadas pela monstruosa máquina de roubar instalada nas entranhas da governança, como é o caso da Usina de Belo Monte, que aliás, vai sair o olho da cara e terá uma pífia produção de energia.

E a propaganda PTista tenta incutir na sociedade a crença de que a crise elétrica é culpa de SÃO PEDRO.