MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

quarta-feira, 18 de março de 2015

31 DE MARÇO



31 DE MARÇO 


Anchieta Mendes 


Fatos importantes da história devem ser relembrados, até porque os mais jovens precisam conhecê-los, para avaliar a sua importância, a sua repercussão e as suas controvérsias. 


Sempre procuro voltar-me a 1964, até mesmo antes dele, rememorando fatos outros que desaguaram na Revolução de Março daquele ano. Importante chamar-se a atenção para o fato de que os governos petistas, por todos os meios, válidos ou sórdidos, têm procurado distorcer a verdade, acusar injustamente, pregar um sempre repetido jargão dos ANOS DE CHUBO DO MILITARES. 


A diferença dos ANOS DE CHUMBO para os ANOS DE TREVAS DO PT: 


O país vivia muito melhor do que hoje. Havia segurança, disciplina, primorosa educação, saúde organizada.


As grandes obras estruturais como hidroelétricas, barragens, estradas, Universidades, comunicação, todas foram construídas pelos Generais. No governo petista nada se fez aqui, todas foram feitas em outros países, tais como Venezuela, Cuba, Argentina, Moçambique, Nicarágua, Peru, Angola, Luanda, et caterva. Vamos pagar esta caríssima conta. A história dirá. 


O crescimento do país foi destaque, durante todo o período militar. 


No Governo Médici chegou a 11%. O dos Governo Dilma tem sido pífio, com resultado negativo, até. 


Todos os Generais saíram pobres do Governo. Moravam em modestos apartamentos e não em tríplex como o Lula. 


Agora, Brasil destroçado econômica, moral e civicamente, tenta-se, por exemplo, distorcer a verdade, a causa, o conteúdo e a importância do 15 de Março inesperado, corajoso e politizado fato histórico, notadamente quando dizem que nasceu dos ricos de Direita; que eram os eleitores de Aécio. 


Denunciam que o movimento de 31-03 é “golpista”. Para quem não sabe, “golpista” é a Presidenta que, na calada da noite, editou o famoso e destemperado Decreto 8243/14, copiado da Venezuela, com o objetivo declarado de “consolidar a participação social como método de governo”. De uma canetada Dilma valeu-se de modelo bolivariano de governo que seria um profunda e perigosa mudança no sistema administrativo e político do país. Ainda bem tal proposta, que implica em mudar a Constituição, recebeu pronta reação no Poder Legislativo. Não será aprovada, graças a Deus. 


15 de Março de 2015 – 31 de Março de 1964, dias históricos, sendo que o último foi o desabrochar um movimento nascido nos lares, nas famílias. Famoso, estrepitoso, atrevido comício era realizado no Rio de Janeiro. Foi a maior concentração em que as forças de esquerda, comandadas pelo caudilho Goulart, arregimentaram Sargentos, Cabos e Soldados das Forças Armadas para um sindicalismo perigoso e inusitado, quebrando a disciplina militar. 


Goulart, esquerdista assumido, nos idos de 1962, já mandava treinar a guerrilha no Brasil. 


Baderneiros não faltavam, guerrilheiros, formados na Rússia e em Cuba, espalhavam-se pelo território nacional. As guerrilhas urbanas e rurais movimentavam-se, sendo famosa a do Araguaia, na Amazônia e tantas outas. Assaltos, sequestros, deles praticados por importantes figuras do atual governo. 


Delicada e clamorosa, delicadíssima situação. As Forças Armadas, por convocação do povo, assumiu o comando do país. 


O fato atual mais importante e cruel foi o esquema sistematizado e abrangente de corrupção instalado no Brasil, na era petista. O mais despudorado, arrogante, criminoso e mais vultoso praticado contra o indefeso Brasil. A Petrobrás, nosso orgulho, tornou-se terra arrasada pelos famintos gafanhotos do poder. 


P S – Confesso o meu pecado de ter votado em Lula, uma vez. Perdi o voto e a esperança. Mentiu. Mudou!