MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

EXÉRCITO IGNORA MPF E SE SUJEITA A AÇÃO JUDICIAL

EXÉRCITO IGNORA MPF E SE SUJEITA A AÇÃO JUDICIAL
 
RELUTÂNCIA DO EXÉRCITO EM E RESPONDER AO MPF E CASSAR MEDALHA DE MENSALEIROS COMO JOSÉ GENOINO (FOTO) DEVE RENDER AÇÃO JUDICIAL
Publicado: 16 de janeiro de 2015 às 0:43 - Atualizado às 21:19
Por: 
Ex-comandante do Exército, general Enzo Peri.
A relutância do Comando do Exército em cassar as condecorações dos mensaleiros condenados por corrupção, como José Genoino, como determina o decreto 4.207/02, pode parar na Justiça. Milicos ignoraram a interpelação da procuradora da República Eliana Pires Rocha, cobrando explicações pelo fato de as condecorações dos mensaleiros não terem sido cassadas automaticamente, como determina a Lei.
O prazo do Exército para responder ao ofício do MPF, encaminhado em 16 de dezembro, terminou ontem sem qualquer satisfação.
A Procuradoria da República do DF explica haver uma tolerância antes de uma ação judicial, mas a procuradora é quem decidirá o prazo.
O general Enzo Peri não cumpriu o decreto com medo de desagradar Dilma. E passou a bola ao substituto, general Eduardo Villas Bôas.
Enzo Peri ignorou a interpelação encaminhada a ele, por isso o ex-comandante do Exército pode responder até por prevaricação.