MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Se Colombo fosse casado, não teria chegado à América

Se Colombo fosse casado, não teria chegado à América

Autoria desconhecida
Além de botar o ovo em pé ...
Recentes pesquisas científicas comprovam que Colombo só descobriu a América porque era solteiro!
Se ele fosse casado, seria obrigado a ouvir coisas como mencionado abaixo e aí teria desistido da viagem :
- E por que é você que tem de ir ? Por que não mandam outro ?
- Você não conhece nem a minha família e quer ir descobrir outro mundo ?
- E só vai homem nessa viagem ? Acha que sou idiota ?
- E por que eu não posso ir, se você é o chefe ?
- Você não sabe mais o que inventar pra sair de casa ?
- Até parece ! Você no 'bem bom' da viagem e eu aqui "ralando" e ficando doida para pagar as contas !
- Se cruzar esta porta, eu vou embora para a casa da minha mãe !
- Quem é Pinta ? E quem é essa tal de Nina ? E essa Maria, fdp, e que ainda mais, se diz Santa ?
- Tinha tudo planejado, né ?
- Já me disseram que você vai mesmo é se encontrar com umas índias ! Pensa que me engana ?
- A rainha Isabel vai vender suas joias para custear sua viagem ? Acha que sou idiota ou o quê ?
- O que é que você tem com essa piranha velha, rainha de uma figa que quer bancar a sua viagem ?
- Vagabunda, dando em cima de homem casado !
- E vai viajar a serviço, com essa roupa cheia de rendado e esse chapéu ridículo com penacho ? Me engana que eu gosto !
- Cristóvão ! Cristóvão ! Eu estou avisando ! Não me provoque !
- E essa tal de América, é mais uma das suas "amigas" ?
- De onde você a conhece ? O que é que ela faz ?
- Eu sou muito boba ! Você sabe planejar direitinho !
- Pode tirar o seu cavalinho da chuva. Você não vai a lugar nenhum !


Obs.: Texto recebido de meu amigo Norberto Correia (F. Maier).