MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Reforma agrária - questão de consciência


Sem Medo da Verdade


Boletim Eletrônico de Atualidades - N° 134 - 10/03/2011



Caso não esteja visualizando o texto deste boletim, acesse através do endereço:


http://www.paznocampo.org.br/boletim/textos/preview.asp?nr=134

Reforma Agrária Questão de Consciência
Edição comemorativa dos 50 anos do lançamento
1ª edição esgotada em dois meses
Saiu a 2ª edição. Peça o seu exemplar
Edição comemorativa do cinqüentenário de Reforma Agrária – Questão de ConsciênciaEste livro marcou profundamente o Brasil, e seus efeitos se fazem sentir ainda em nossos dias. Quando as agitações socialo-comunistas tumultuavam o País no fim da década de 50, e se tornara insistente a ameaça de uma danosa Reforma Agrária socialista e confiscatória, o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira decidiu publicar um estudo solidamente fundamentado, que servisse de barreira a esse movimento contrário aos interesses nacionais.Um dos aspectos mais graves a ser denunciado era a verdadeira questão de consciência que a Reforma Agrária criaria para os católicos -a época do lançamento do livro 90% da população era católica-, uma vez que o confisco de terras pelo Estado transgride dois Mandamentos da Lei de Deus: “Não roubarás” e “Não cobiçarás as coisas alheias”.Em meio ao conjunto de problemas que hoje fustigam a Nação, patenteiam-se duas realidades: O extraordinário êxito do agronegócio, apesar da perseguição multiforme que ele sofre; e por outro lado o fracasso vergonhoso dos assentamentos de Reforma Agrária, apesar dos favorecimentos governamentais imerecidos que recebe.Muito do êxito atual do agronegócio só foi possível pela manutenção do direito de propriedade e da livre iniciativa em nossa legislação, apesar de todas as mutilações e ameaças que vêm sofrendo. E este é um crédito que em grande parte se deve aos autores e difusores de Reforma Agrária – Questão de Consciência. Basta termos em vista a seguinte perspectiva: Para onde teria resvalado o Brasil, sem essas garantias legais? Talvez para a situação de miséria em que se debate a infeliz Cuba, similar à dos países comunistas que implantaram a Reforma AgráriaA divulgação do livro em todo o território nacional, foi uma verdadeira cruzada em defesa do direito de propriedade. Em poucos meses escoaram-se quatro edições, que o transformaram em autêntico best-seller com a impressionante tiragem de 30 mil exemplares, enorme êxito para um livro especializado.O livro teve a colaboração de dois bispos, D. Geraldo de Proença Sigaud, SVD , Arcebispo de Diamantina e D. Antonio de Castro Mayer, bispo de Campos. A parte econômica foi redigida pelo economista Luiz Mendonça de Freitas.Esta edição comemorativa dos 50 anos de seu lançamento, o livro tem uma Introdução do Príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança, Coordenador Nacional do Paz no Campo e uma nova parte econômica atualizada, de autoria de Carlos Patrício Del Campo.
Clique aqui e peça o seu livro.

Faça sua doação para ajudar nossa luta, clique aqui!
Recomende a seus amigos o "Paz no Campo"
Sem medo da verdadeO Boletim "Sem medo da verdade” é enviado a pessoas cadastradas ou indicadas. Se não deseja recebe-lo, ou considera que foi cadastrado indevidamente, por favor, clique aqui para remover