MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

PNDH-3: Projeto fascicomunista do PT


Para quem não acredita que este país está a caminho do regime comunista

Volto a dizer que "o pior cego é o que não quer ver". Não é o meu caso, pois me lembro bem que o PNDH3 é aquele plano que causou estranheza e repulsas em vários segmentos da sociedade e que o presidente que já vai tarde afirmou não ter lido e que a presidente eleita entregou ao TSE como seu programa de governo e, posteriormente, renegou-o e substituiu por outro declarando que não havia assinado, mas apenas "rubricado"!! Não me venham dizer que o Congresso vai consertá-lo, pois isso não é assunto para brincadeiras, omissões nem acomodações, pois o PT no poder sabe o que quer e não morre de amores pela Democracia!

Manoel Soriano Neto - Coronel do Exército, historiador

==================================

Extraído do blog abaixo:
http://lucioneto.blogspot.com/






Para quem não acredita que este país está a caminho do regime comunista
domingo, 14 de novembro de 2010



Em seminário realizado em Brasília no início da semana passado o ministro da propaganda, Franklin Martins, disse que o controle social da mídia vai ou racha. Confirmou que o governo tem projeto pronto e que será encaminhado ao Congresso pela presidenta eleita.
Alguns Estados já trabalham o tema, via Assembléias Estaduais, através de projetos apresentados por deputados petistas.
A Agência Brasil, órgão oficial do governo petista, anunciou que "Estados e municípios terão programas de direitos humanos baseados no PNDH 3".
Informa o comunicado dos companheiros que o governo federal pretende estimular os estados e municípios a criarem seus planos de direitos humanos inspirados no PNDH-3.
Já existe um comitê de acompanhamento e monitoramento do programa, que é formado por cerca de 20 ministérios e secretarias, cooordenado pela Secretaria de Direitos Humanos. A Bahia e o município de Olinda (PE) já têm seus programas. Pernambuco e Rio de Janeiro estão elaborando os seus.
Informa ainda o comunicado oficial que a adesão não implica em transferência de recursos, mas a adoção das diretrizes do PNDH-3 é vista como estratégica.
- Avançar é construir essas institucionalidades, diz Lena Peres, secretária da SDH.


Entendeu? Ninguém é obrigado, mas quem aderir terá seus benefícios.


E prossegue o comunicado petista:
O PNDH 3 tem 519 ações programáticas. A Secretaria de Direitos Humanos, o Ministério da Justiça, o Ministério da Educação, o Ministério da Saúde são as pastas com mais ações. A SDH e o Ministério da Justiça têm comissões internas para escolher as ações e detalhar a implementação em sistema de monitoramento fornecido pelo Ministério da Educação. O Ministério da Saúde instalou a sua comissão já instalou a sua comissão nesta dia segunda-feria (8).


E mais pressão financeira. Veja:
A escolha das ações prioritárias do PNDH 3 para os próximos anos terá reflexo na proposta orçamentária em discussão no Congresso Nacional e será encaminhada ao novo governo, que poderá ou não implementá-la. “O plano é vivo. Os novos ministros poderão rever e ampliar”, disse a secretária Lena Pires que calcula que 80% das escolhas já estão em encaminhamento.


E vmais ainda:
A secretária adiantou à Agência Brasil que até o final do ano a SDH ampliará o serviço de denúncias por telefone Disque 100, que hoje atende às denúncias de violação de direitos de crianças e adolescentes. A partir de dezembro, o serviço atenderá denúncias sobre violações contra idosos, pessoas com deficiência, homossexuais e outras minorias.


Concluindo o comunicado petista afirma:
Além desses projetos e das ações do PNDH 3, também estará na agenda do próximo governo a aprovação no Congresso da lei que cria a Comissão Nacional da Verdade; a lei que estabelece a substituição do Conselho Nacional de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (CDDPH) pelo Conselho Nacional de Direitos Humanos; e a Proposta de Emenda Constitucional 438, que trata da expropriação de propriedades rurais ou urbanas onde seja constatada a prática de trabalho escravo.

Fonte: Agência Brasil, órgão oficial do governo petista

O cerco está se formando. As ações estão sendo implementadas. Acredite quem quiser. Em breve, este país estará sob o regime comunista dos petistas. Os mesmos que tentaram fazê-lo nos anos 60 e que resultou na Revolução de 64. Uma das principais lideranças daquela época, hoje, é a presidenta eleita do seu país.
Quer mais? Tome mel puro de abelha com limão. É bom para a garganta. Podem gritar por socorro!