MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Banco alemão acusa assessor de Dilma de fraude milionária



17/10/2010 - 13h36


Banco alemão acusa assessor de Dilma de fraude milionária, diz revista

São Paulo, 17 out (EFE).- O banco público alemão de fomento Kreditanstalt für Wiederaufbau (KfW) acusou o presidente de uma subsidiária da estatal Eletrobrás e assessor da candidata à Presidência da República Dilma Rousseff, Valter Luiz Cardeal de Souza, de apadrinhar uma fraude milionária, informou hoje a imprensa.


Um artigo publicado na mais recente edição da revista "Época", que começou a circular hoje, indicou que a instituição alemã instaurou perante a Justiça brasileira um processo contra Cardeal, acusado de conhecer sobre o esquema de fraude em créditos internacionais, que alcançaria os 157 milhões de euros.De acordo com a revista, o KfW pede à Justiça uma indenização por parte da Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE), presidida por Cardeal e subsidiária da Eletrobrás.


O presidente da CGTEE é amigo pessoal de Dilma desde os anos 90 e chegou à estatal por recomendação da própria candidata quando ela era ministra de Minas e Energia no primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


Por sua vez, a revista "Veja" publicou hoje que o atual assessor da Casa Civil e homem de confiança de da candidata petista, Vladimir Muskatirovic, teria pedido R$ 100 mil para autorizar uma mudança societária na "TV Cidade", do Maranhão.A acusação partiu do deputado Roberto Rocha (PSDB-MA), cuja família é sócia.

Jorge Baptista Ribeiro
jorjagulha@uol.com.br