MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Batalha ganha, mas guerra perdida

Por Maria Joseita S Brilhante Ustra

"O Brasil sem história

André Soares - Correio Braziliense

Mestre em operações militares e diretor-presidente de Inteligência Operacional
`O povo que não conhece a sua história está condenado a repeti-la`. É reflexão muito conhecida que, lamentavelmente, se aplica perfeitamente ao Brasil. (...)

(...)O primeiro ensinamento que todo cidadão deveria obrigatoriamente aprender é que `a história é contada pelos vencedores`. Portanto, existem duas — a oficial e a verdadeira. A história oficial é evidentemente a dos vencedores, a qual é massivamente e difundida à sociedade e especialmente direcionada aos jovens.(...)"

Quais são os vencedores? Aqueles que ganharam a luta armada contra subversivos, guerrilheiros, assaltantes, sequestradores, terroristas? Aqueles que pensaram ter pacificado o país, mas que esqueceram de enfrentar a maior batalha - a da comunicação?

Ou os vencedores são os derrotados durante a luta armada, mas que investiram na comunicação, usando a mídia, moldando as mentes dos jovens nas universidades, contando suas versões em filmes e livros, ocultando a motivação para os crimes que praticaram em nome de uma ideologia que queriam impor ao povo brasileiro?

Parece-nos que os verdadeiros vencedores desta guerra são os subversivo-terroristas, guerrilheiros ou mais recentemente os "resistentes" , como passaram a se intitular. Estes sim , foram, passo a passo , ao longo de 25 anos, impondo a sua versão dos fatos, se apresentando como vítimas heróicas, como verdadeiros mártires. Estes vencedores apesar de terem a chave dos "porões` (da Oban , dos DOI, dos DOPS e de todos os órgãos de segurança ) não abrem os arquivos.

E por que isto não acontece? Porque não lhes interessa . Os crimes que eles cometeram viriam a público, a verdadeira motivação da luta armada os desmentiria e mostraria ao povo quais eram as suas reais intenções. Muitos membros do atual governo, comprovademente, teriam que admitir que cometerem crimes imprescriíveis, crimes hediondos, como sequestro, tortura e assassinato de inocentes.

Vejamos alguns exemplos, para ver como eles omitem tudo o que podem:

- Procurem no Portal Memórias Reveladas, criado por Franklin Martins e Dilma Rousseff os atentados, os sequestros, os roubos, os assaltos a quartéis, os "justiçamentos.
- Procurem o nome das 120 vítimas inocentes que eles assassinaram friamente.
- Procurem o nome das inúmeras organizações terroristas que atuaram no Brasil nas décadas de 60/70.
- Peçam ao Portal um relatório de algum crime por eles praticados e receberão - como recebeu Jaime Dolce -, um documento com o nome dos envolvidos no assassinato de seu pai, então chefe de segurança da Casa Dr Eiras/ Rio de Janeiro e de mais dois guardas de segurança , durante uma ação terrorista da Ação Libertadora Nacional (ALN) em 02/09/1971,, todos cobertos com tarja preta.

A falta de interesse é deles!... Têm a faca e o queijo na mão!... Conhecem a história, estão no governo, quebram sigilos, impedem CPI, desrespeitam o Tribunal Eleitoral, estão no comando de quase todas as instituições e não podem abrir os "arquivos da ditadura"?

Enquanto puderem manter a imagem de "heróis que lutaram pela democracia", faturarão votos e indenizações milionárias. Para que trazer a tona a verdadeira intenção da luta armada? Para que levar ao conhecimento do público a violência , a virulência do Manual de Marighela?...

É muito melhor faturar em cima do "sofrimento causado pela ditadura" aos "pobres estudantes desarmados, despreparados, trucidados , em sala de aula enquanto candidamente faziam provas em suas universidades"!

É muito mais produtivo, politicamente, apesar do sofrimento de algumas famílias, que os responsáveis pelos desaparecidos nas selvas do Araguaia sejam os militares!.. É cômodo que "esqueçam` quem arregimentou esses jovens e os levou a se embrenharem na floresta em busca de um ideal impossível e os abandonou à própria sorte!... É vantajoso politicamente omitir que os próprios companheiros de luta abandonaram seus corpos na mata...

É Importantíssimo que os que foram enterrados, por força da lei, com nomes falsos que usavam na guerrilha urbana , sejam considerados desaparecidos!... Existem ossadas, guardadas, há anos, em armários na Secretaria de Direitos Humanos que não são identificadas. O mesmo acontece com outras ossadas, recolhidas na Vala de Perus, Por que não identificam pelo menos essas, para diminuir o sofrimento dessas famílias?

Isto acontece porque, um desaparecido a mais rende muitos votos e, cada homenagem que fazem em cada enterro de uma ossada identificada é uma nova ofensa às Forças Armadas...Imaginem se identificassem todas de uma vez...Quantas manchetes perdidas !!! Há que se provar gota a gota a vingança , mesmo que o sofrimento das famílias seja prorrogado...

Quanto à famosa "Comissão da Verdade", comecem vocês, confessem os crimes que praticaram, dêem o exemplo. Comecem pelos membros do governo. Muitos deles ativos militantes de várias organizações subversivo-terroristas, como: MR-8, ALN, COLINA,VPR, VAR-PALMARES, MOLIPO e outras.

Fonte: http://www.averdadesufocada.com/index.php?option=com_content&task=view&id=3338&Itemid=34