MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Moscou e América Latina


MOSCOU PROCLAMA A NOVA "ORDEM INTERNACIONAL" NA AMÉRICA LATINA *

Toby Westerman * *

Uma longa semana de reuniões realizadas em Moscou contribuiu para solapar a posição dos Estados Unidos na América Latina e acelerar a chegada de uma nova – e antiamericana – “ordem internacional”. O presidente cubano Raúl Castro, irmão do cada vez mais enfermo Fidel, chegou a Moscou em 28 de janeiro para reunir-se com a elite da classe dominante na Rússia, para o que o ditador cubano descreveu como “acontecimento histórico” de “grande significação”.

Um filme já visto na Guerra Fria

Moscou sempre considerou Cuba como um “aliado chave” na América Latina, uma região cujos governos são, conforme o Ministro das Relações Exteriores Sergei Lavrov, “aliados naturais para a formação de uma mais justa e segura ordem internacional”.

Raúl declarou que a América Latina tem um “crescente relacionamento estratégico” com Moscou. Havana já abriga uma grande e sofisticada base chinesa de espionagem eletrônica, que ocupou o lugar da base Lourdes dos tempos soviéticos fechada em 2001. Ainda não se sabe concretamente como Moscou estabelecerá esse “relacionamento estratégico” com Cuba. Forças navais russas visitaram recentemente Cuba, e há informações de que Moscou cogita instalar aviões de bombardeio na ilha.

Moscou já prometeu ao regime cubano ajuda técnica e militar, incluindo assistência na área das medidas de “segurança interna”. Há anos Cuba possui uma bem merecida fama de gulag tropical. A crescente repressão aos dissidentes, entretanto, tem se mostrado incômoda para o regime comunista da ilha. Moscou tem um comprovado histórico de eliminação daqueles que criam problemas para a elite do Kremlin, e parece disposta a compartilhar sua experiência com Havana.

Leia mais em http://www.sacralidade.com/mundo2008/0091.raul.html

Leia também A volta do ouro de Moscou em http://resistenciamilitar.blogspot.com/2009/02/volta-do-ouro-de-moscou.html