MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Dez anos que arruinaram a Venezuela

Sábado, Fevereiro 14, 2009
VENEZUELANOS, DIGAM 'NÃO' AO TIRANO!

Esta reportagem da revista Veja que foi às bancas neste sábado resume muito bem o que o governo do amiguinho de Lula e seus petralhas fez com a Venezuela. Neste domingo os venezuelanos terão de dizer "não", mais uma vez, à tentativa do tirano bufão eternizar-se no poder. Leiam, na íntegra:

Internacional

Dez anos que arruinaram a Venezuela

Em uma década de governo, Chávez destruiu a economia e dividiu
o país. Neste domingo, 15, o povo vai dizer se o quer para sempre

Duda Teixeira, de Caracas

Alejandro Rustom/Reuters

O CORONEL EM SEU PALÁCIO


O plano de Chávez é governar até ficar caduco, como seu mentor, Fidel Castro

VEJA TAMBÉM

Nesta reportagem• Quadro: Um país destroçado
Exclusivo on-line• Conheça o País: sociedade e economia da nação na era chavista

Quanto tempo falta para que a Venezuela, país com a sexta maior reserva de petróleo do mundo e 28 milhões de habitantes, se transforme em uma Cuba, governada por uma ditadura de partido único, com escolas e meios de comunicação controlados e uma falida economia centralizada?

A resposta a essa pergunta depende de quanto tempo o coronel Hugo Chávez permanecerá no Palácio Miraflores, a sede do Poder Executivo. Seu mandato ainda lhe reserva quatro anos de desmandos.

Contudo, caso vença no referendo para aprovar uma emenda constitucional neste domingo, 15, Chávez poderá participar de quantas eleições seguidas quiser até caducar, seguindo o exemplo de seu mentor, Fidel Castro.

Teria assim tempo suficiente para construir o seu socialismo do século XXI, o nome pomposo que deu ao seu estilo autoritário de governo. "Aqui a revolução chegou para ficar", disse o presidente durante um comício, na quinta-feira passada, em Caracas.

Leia mais em http://aluizioamorim.blogspot.com/2009/02/venezuelanos-digam-nao-ao-tirano.html