MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

República dos Bandidos acolhe bandidos. Nada mais correto.

DIPLOMACIA

Para Lula, Itália terá de respeitar decisão

Aparentemente indiferente à repercussão negativa que teve na Itália a decisão do governo brasileiro de conceder a Cesare Battisti a condição de refugiado político, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o governo italiano terá de respeitar a decisão soberana do Ministério da Justiça.

Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália por quatro homicídios cometidos na década de 70. No Brasil desde 2004, o italiano foi preso em 2007, no Rio de Janeiro. Com a concessão do asilo, estão frustradas as expectativas de extraditá-lo.

Lula disse ontem estar convicto de que o asilo a Battisti não vai prejudicar as relações entre Brasil e Itália:

– Alguma autoridade italiana pode não gostar, mas tem de respeitar. Não acredito que haja qualquer problema na relação Brasil-Itália porque é uma relação histórica, forte.

Enquanto aguarda sua libertação (que poderia ocorrer ainda ontem à noite), Battisti faz planos de retomar sua carreira de escritor. Aos seus advogados, o italiano declarou ter recebido com alívio a decisão do governo brasileiro. Ele prometeu ainda “obedecer exemplarmente” seus deveres de refugiado. Entre esses deveres está o de não se envolver em assuntos internos do Brasil e da Itália. Pela lei, ele terá também de exercer ocupação lícita, residir em endereço fixo e ir à Polícia Federal periodicamente prestar contas de sua condição. Ou seja: Battisti terá quase todos os direitos dos brasileiros, mas viverá sob liberdade vigiada.

Fonte: Resenha CComSEx

Obs.: Além do terrorista Battisti, Lula protege no Brasil o terrorista das FARC, Olivério Medina, negando sua extradição à Colômbia, onde responde por crimes diversos. Com o Apedeuta, o Brasilistão se transformou na República Socialista dos Bandidos, um porto seguro para vagabundos e patifes de todas as partes do planeta. Uma vergonha para o mundo civilizado. Triste Brasil! Triste América Latrina! (F. Maier)