MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Raul Pont assegura pensão de "revolucionário"


Porto Alegre, segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 - 19h25min

Raul Pont assegura pensão de “revolucionário”

O Diário Oficial da União publicou na sexta-feira mais uma lista contendo uma fornada de novos “anistiados políticos” do regime militar. Entre os nomes da lista está o do deputado estadual petista gaúcho Raul Pont, ex-prefeito da capital gaúcha.

Ele nunca lutou pela democracia, está desafiado a mostrar um só documento do seu grupelho político, a organização trotskista POC (Partido Operário Comunista), da qual também foi dirigente o clone de chanceler de Lula, o trotskista Marco Aurélio “Top Top” Garcia, e ainda o ex-presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Matoso, aquele que comandou a operação de estupro da conta bancária do caseiro Francenildo Santos de Souza, em Brasília.

Raul Pont vai ganhar uma indenização de R$ 267 mil. E ainda terá a pensão de “revolucionário” de R$ 2.000,00. Ou seja, de fato, a atividade dele na “oposição” era uma profissão, visava obter o benefício de uma aposentadoria. Aposentadoria de “revolucionário”. Isso é um achincalhe total! Raul Pont se opôs à ditadura militar porque queria instaurar a ditadura do proletariado no Brasil. Ele militou em organização que aderiu às armas, aos atentados, aos assaltos, e às mortes, para implantar não a democracia, mas a ditadura do proletariado. E agora é beneficiado pelo regime democrático com uma “aposentadoria de revolucionário”. Outra coisa: a anistia foi decretada em 1979, e foi a única.

Que anistia é essa que ele estaria recebendo agora? A falta de vergonha dessa gente não tem limite.

http://www.videversus.com.br/