MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

O Islamismo exige renúncia

Postado por movimento da ordem vigilia contra corrupção às 1/26/2009 05:14:00 PM

O QUE ESTÁ NO NOME?

Por Amil Imani

Um grande negócio. Democracia, fascismo e comunismo representam diferentes sistemas de governo. E Judaísmo, Cristianismo, Islamismo também são títulos de diferentes sistemas religiosos.

Considerando que a democracia é definida como a regra do povo, pelo povo, o Islã é definido como o primado de Deus, por Deus e seus emissários, tudo para o prazer de Deus. E quando as pessoas, por preocupação política ou por ignorância, descrevem o Islã como uma “religião de paz”, elas são, no mínimo, culpadas por este desvirtuamento.

A palavra "Islamismo" é derivada da palavra "taslim", que significa entrega. A palavra para a paz não é "taslim,", mas é "solh." Assim, quando os muçulmanos se comportam de forma violenta e bárbara, eles estão apenas obedecendo aos ditames do seu credo, apenas se rendendo aos sacrifícios em nome de Deus, tudo é a serviço da vontade e do prazer de Deus.

Evidentemente, que nem todos os muçulmanos renunciam totalmente à vontade de Deus. A grande maioria dos muçulmanos são apenas muçulmanos parciais. Eles podem fazer suas orações diárias obrigatórias, podem dar algum dízimo e manter o jejum de vez em quando. Podem também tomar algumas bebidas.

Leia mais em http://movimentoordemvigilia.blogspot.com/2009/01/o-islamismo-exige-renuncia.html

Obs.: Mais correto seria traduzir o título original por O Islamismo exige sujeição (Islam demands surrender) - F. Maier