MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Nota Oficial do Partido Federalista

NOTA OFICIAL

Em respeito às instituições e à Democracia

O Partido Federalista, na defesa da Democracia, da Liberdade, da Soberania e das Autonomias das Instituições, além das autonomias pregadas pelo seu Programa Partidário, vem de público protestar pelo que se segue adiante:

1. Pela inconseqüente decisão do Sr. Ministro da Justiça Tarso Genro em conceder “asilo político” para um foragido italiano, legalmente condenado pela justiça italiana, reconhecidamente uma Nação democrática;

2. Pela intromissão em assuntos internos de outra Nação, no caso, a Itália, ao questionar o julgamento que condenou o criminoso ligado à uma facção política radical e armada, terrorista portanto, rasgando páginas do próprio Direito interno brasileiro, do Direito Internacional e de uma Nação amiga, caracterizando-se como invasão à soberania da mesma. Algo jamais praticado antes neste País!

3. Por contrariar todo o código de conduta dos povos ocidentais, em relação aos crimes e criminosos, manchando mais ainda a imagem do Brasil no exterior, que já tem fama de ser refúgio de bandidos e foragidos da justiça de outros países. Uma vergonha!

4. Protestamos ainda, pelas declarações de apoio do Sr. Presidente da República aos referendos constitucionais na Bolívia e na Venezuela, cujas pretensões de seus governantes é a eternização no Poder. Trata-se de demonstração de quais são as intenções do Sr. Lula da Silva para com o Brasil, ao testar e avançar na tese do terceiro mandato, senão, pior, como nos países citados, cujos caminhos convergem para o centralismo total e conseqüentemente, o totalitarismo.

5. Associados os fatos, juntamente com tantos outros observados nos últimos anos, não há como não protestar pela associação do Brasil com ditadores, déspotas, caloteiros, terroristas e criminosos, em detrimento do que realmente pensa cada brasileiro, absolutamente espantado e enojado com os rumos do País.

Conclamamos a população Brasileira, para que, além de protestar, se engaje na Causa Federalista pela descentralização dos poderes, uma vez que é a centralização excessiva que faculta esses devaneios contra a democracia, contra a vontade de um povo esperançoso por liberdade, autonomia e instituições fortes que garantam as relações da Sociedade. O Brasil não pode jamais descer a esse nível abjeto do caudilhismo deixado para trás, das ditaduras ultrapassadas, e do populismo manipulador de massas, de interesses econômicos e políticos de toda espécie, vigente em países do Quarto Mundo na América Latina e África.

O Brasil tem outra vocação, de Grande Nação, de Grande Potência, com uma Sociedade Aberta, Livre, Democrática, que vive dentro do Estado de Direito que dá força e credibilidade às instituições que devem servir a cada individuo integrante do Povo. Esta vocação pode e deve ser exercida, com a força de cada brasileiro, pois a liberdade exige eterna vigilância, e agora, mais do que isso, a Nação exige que seus filhos não fujam da luta pelos valores tradicionais da liberdade e democracia, que sejam destemidos, como prega o maravilhoso Hino do Brasil.


Brasília, DF, 17 de janeiro de 2009.

Partido Federalista

Thomas Korontai

Presidente Nacional

www.federalista.org.br