MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Marolinha: O Brasil perdeu 655 mil vagas de emprego em dezembro

Agencia Estado - 19/1/2009 15:13

País perde 655 mil vagas de emprego em dezembro

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) registrou fechamento de 654.946 empregos formais em dezembro, segundo o Ministério do Trabalho. Pelos dados, esse é o pior resultado mensal da série histórica do Caged. Em comparação, em dezembro de 2007 foram fechados 319.414 empregos. No mês passado, portanto, o número de postos fechados cresceu 105,5% em relação ao mesmo mês do ano anterior. O pior resultado de dezembro até hoje havia sido registrado em 2004, quando foram fechadas 352.093 vagas.

No mês de dezembro, todos os setores da economia registraram mais demissões do que contratações com carteira assinada. A indústria foi o setor que puxou as demissões, com o fechamento de 273.240 postos com carteira assinada, seguido pelo setor agropecuário, que dispensou 134.487 pessoas. O setor de serviços perdeu 117.128 vagas. A construção civil dispensou 82.432 trabalhadores e o comércio fechou 15.092 vagas em dezembro.

Apesar da forte queda em dezembro de 2008, a criação de vagas formais no ano passado ficou positiva em 1.452.204 empregos com carteira assinada no País. Esse saldo líquido de 2008 foi 10,21% menor que o saldo registrado em 2007, quando foram criados 1.617.392 empregos formais.

O setor de serviços foi o que liderou a abertura de novas vagas no ano passado, com 648.259 postos. A indústria fechou 2008 com saldo positivo de 178.675 vagas, enquanto o comércio teve abertura líquida de 335.708 empregos.

Fonte: http://noticias.br.msn.com/economia/artigo.aspx?cp-documentid=16944849