MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Brasil Grande e Política Pequena

Doc.nº. 5 – 2008

www.fotalweb.com.br/grupoguararapes

Estamos no começo de 2009 e o BRASIL, que sempre manteve uma política de paz com seus vizinhos na América do Sul, enfrenta grandes problemas no momento atual. Com o desenvolvimento do nosso País nas décadas de 60 e 70, com início já no 2º governo de Getúlio, o Brasil criou, ou melhor, despertou, a inveja de nossos vizinhos. È a marcha natural das coisas. Só se tem inveja da casa do vizinho se ela for mais bonita do que a nossa. Se no século XX o mundo tinha ódio da Inglaterra, no século XXI é dos EUA. E, agora, já começa a despertar um despeito contra nós, na América do Sul. Vejam o que escreveu um paraguaio:

“Esteban 26 Dezembro, 2008 às 21:01 Hola brasileños. Acá mucho si habla y destaca en nuestros diarios, que el bispo de Paraguai va ter mucho triunfo la concesión de Itaipu. la verdad es que nosotros acreditar que el presidiente de Paraguai tiene su derecho y con el apoio de Venezuela, Bolívia, Equador y Nosotros, vamos triunfar sobre brasil y ter nuestro derecho de reter la uzina de Itaipu.

Bolívia con mucho exito tomou petrobras de brasil la forcia y con exercito, y su presidiente ficou con rabio entre las pernas y ainda hablpou que fue justo. El presidiente de Equador expuzou enpreza bresileña y prendeu en Equador los brazucas y dezafiou a brasil hablando y con confirmación que no va pagar la dibida con brasil y su presidiente mas una vez ficou con su rabio entre las pernas.

Para nosotros va ser también con mucha facilidad el exito de tomar Itaipu de brasileños para que Paraguai venda más energia para Argentina y Uruguai. Tiemos nuestros derecho de ter más energia en nuestra región y Paraguai con nuestro apoio, Venezuela, Bolivia y Equador, vamos la tomar la forcia si for precizo la usina de Itaipu. Un saludo”
.

Nossa política externa tinha um padrão de excelência. Com a subida do atual governo instalou-se uma política externa dual. A oficial dirigida pelo Itamaraty, mesmo assim, com um viés ideológico. E uma segunda, que segue a orientação esquerdista do Partido. È a ação do 2º. Ministro das relações exteriores – Ministro Marco Aurélio Garcia. Ele age principalmente nos problemas da América do Sul. Começamos a nos envolver nos problemas internos de nações – eleições no Paraguai, Bolívia, Equador – não vendo os nossos interesses como Nação e sim como identidade ideológica.

O governo atual elegeu a América do Sul como prioridade e já no segundo mandato colheu uma rejeição forte, tendo por trás a ação do Presidente da Venezuela. Estamos com problemas com alguns países e o paraguaio expressou, muito bem o que eles pensam.

Na salada de órgãos regionais, que são criados aos sabor dos interesses dos países (Mercosul – Casa – Unasul – Alba) mostra a divergência existente na área e cria-se a necessidade urgente de acabar com a dualidade da condução da política externa brasileira.

O BRASIL JÁ É GRANDE. NÃO PODE TER UMA POLÍTICA EXTERNA PEQUENA.

ESTAMOS VIVOS! GRUPO GUARARAPES!
PERSONALIDADE JURÍDICA sob reg. Nº 12 58 93, Cartório do 1º registro de títulos e documentos, em Fortaleza.
Somos 1.591 CIVIS – 48 da Marinha – 460 do Exército – 46 da Aeronáutica; total 2.145. In memoriam32 militares e 2 civis.
batistapinheiro30@yahoo.com.br

6 de janeiro de 20096 de janeiro de 2009

VIDA À VERDADE! MORTE À METIRA!